quarta-feira, junho 14, 2006

CENAS DA VIDA CONJUGAL DE UMA HEROINA BAUDELAIREANA



Marido: Sentes-te bem? Estas um bocado esverdeada .
Joana: Estou um bocado enjoada
Marido: Sera figado?
Joana: Nao, e spleen
Marido: Como e que sabes?
Joana: Quando e spleen fico cor de absinto, quando e figado fico amarela
Marido: Ahhh
.
Imagem: Estatua Funeraria no Cemiterio de Pere Lachaise

4 Comments:

At 9:41 da manhã, Blogger ana said...

Spleen soa sempre tão melhor do que baço... Metade do século XIX português tinha ido à vida se em vez de spleen eles sofressem do baço.

 
At 1:08 da tarde, Blogger papalagui said...

O spleen é danado...
Atão? Foram-se gardénias? ;-)

 
At 10:48 da manhã, Blogger Patrícia said...

Ficas verde e baça... não é?? Que é como quem diz, green and spleen!

 
At 3:14 da manhã, Blogger Gabriel said...

Rien n'égale en longueur les boiteuses journées,
quand sous les lourds flocons des neigeuses années
l'ennui, fruit de la morne incuriosité,
prend les proportions de l'immortalité...
Pois, sendo uma heroína baudelaireana, estou tranquilo, porque as heroínas baudelaireanas triunfam, de uma forma ou de outra.
ps: verificação de palavras - "aaunovo". Só faltou um "u" pra fazer sentido...

 

Enviar um comentário

<< Home