quarta-feira, setembro 06, 2006

UMA PEQUENA PARABOLA

Tenho um amigo chamado Markus que insisite em juntar corante azul ao arroz cozido e usa os esfregoes da louca para limpar o chao. Fora da cozinha o Markus e excepcionalmente agradavel e inteligente, dentro da cozinha e um grande parvo.
Todos nos, tal como o Markus, temos a nossa cozinha.

10 Comments:

At 2:46 da manhã, Blogger Gabriel said...

Ao que o Arnesto respondeu: aqui num tem cozinha não, a gente come é nas rua mesmo.
Eu gostei especialmente do corante azul no arroz. Terrorismo poético culinário é isso.
Vou parar por aqui antes que a Rainha mande cortar minha cabeça!!!

 
At 9:56 da manhã, Blogger Patrícia said...

Arroz azul não me soa nada mal!
Mas não sei porquê acho que verde seria melhor, esse sim o verdadeiro arroz selvagem!

 
At 10:45 da manhã, Blogger Joana said...

O arroz azul tem muita piada das 2 ou 3 primeiras vezes, depois torna-se um cliche.
Seu Garbiel, como vai?
Oh Patricia, ja comecava a pensar que tinhas ido para Tuvalu! :-)
Como vai a feijoca?

 
At 1:04 da tarde, Blogger Patrícia said...

A crescer Joana, a crescer! E de que maneira!!!
Sabes que na Austrália também não acreditavam na toxoplasmose. Deixa-nos a pensar no desleixo de uns, mas também no exagero de outros, anh??

 
At 1:36 da tarde, Blogger ana said...

Isso é extraordinário. Aqui a primeira coisa que nos dizem é que, se olharmos sequer para um gato, o bebé é atacado pelas 7 pragas do Egipto. Não sei se não prefiro a abordagem anglo-saxónica (não, joana, não me batas, por favooooor!)

Sodona Patricia, já pensávamos que tinha feito as malas de vez para Vanuatu. Toca a blogar, faxavor!

 
At 6:48 da tarde, Blogger Joana said...

O que me chateia sobretudo nos medicos ingleses e que parecem estar convencidos que algumas doencas so afectam os outros paises...e a nao ser que em Inglaterra os gatos nao facam coco,(facto que eu nao confirmo), estao tao sujeitos a toxoplasmose como qualquer outro pais. A atitude paranoica dos portugueses e tola,como qualquer atitude exagerasa- mas pelo menos nao poe em risco feto. E verdade que se a toxoplasmose for detectada numa gravida e tratavel e o bebe nao tem problemas futuros-mas o problema e que um adulto pode ser infectado,praticamente nao ter sintomas e mesmo assim infectar o fecto.As possiveis consequencias para a crianca sao cegueira e problemas no desenvolvimento cerebral (embora de facto, isto so se verifique numa percentagem minima dos casos).
E nao te preocupes Ana, eu quando te bater trago-te para um hospital ingles e deixo-te aos cuidados do NHS ;-P

 
At 7:22 da tarde, Blogger ana said...

A mim o que me irrita mais é a paranóia anti-gato, e passo a explicar porquê: a toxoplasmose só se transmite pelo contacto directo com as fezes do bicho, coisa facilmente evitável para quem tem gatos em casa - e uma óptima maneira de transferir para o cônjuge a bela tarefa de mudar a areia. É mais fácil apanhar toxoplasmose através do manuseamento de carne crua, de legumes crus mal lavados e de morangos. No entanto, nunca vi ninguém entrar em paranóia ao ver uma grávida comer uma folha de alface num restaurante - acto verdadeiramente perigoso. Em compensação, a pressão médica e familiar para que ABANDONEMOS ou MANDEMOS ABATER os nossos amigos felinos é absolutamente esmagadora. E ridícula. E, na minha opinião, roça o criminoso.

 
At 8:49 da tarde, Blogger one lazy lad... said...

hum... posso parecer herege (e talvez seja...), mas quem quer ter gatos quando se pode ter cão... muito mais simpaticos e normalmente adoram miúdos... :) e os míudos adoram-nos.. :)

e não há problemas ( que eu saiba...) de toxoplasmose.... :)

mas eu também pertenço á grande classe "homem q é homem, faz festas ao gato frente a mulher, mas dá-lhe um pontapé quando ela não está a ver".. ok.. nunca chutei um gato.. mas compreendo quem o faça... :)

(just kidding.. or maybe not...)

 
At 9:36 da tarde, Blogger ana said...

vóóóómito...

 
At 9:54 da tarde, Blogger Joana said...

nao ligues as palermadas do lazy lad, Ana- isto e a epoca de exames de Setembro a falar por ele...
E esse gajo Ja coabitou com duas gatas, uma das quais zarolha (eu sei que eu vi e estava la)
Mas nao fazia a minima ideia que isso fosse assim.
Ha gente a mandar abater gatos? isso e completamente parvo.
E ha medicos a mandar abandonar os gatos? A mim e a minha irma o que nos disseram foi para nao lhes fazer festas e para nao mexer em terra e nao comer coisas cruas...nao excluindo a existencia de medicos malucos, claro.
CLARO que eu nao advogo maus tratos a animais

 

Enviar um comentário

<< Home